Dor de cabeça pode estar relacionada à disfunção temporo-mandibular

Nem sempre a cefalÉia, popular dor de cabeça, tem causa neurolÓgica. O problema pode estar relacionado com uma disfunção temporo-mandibular que precisa ser tratado pelo entista. Conforme o cirurgião dentista FlÁvio Luposeli, as pessoas acreditam que esse profissional sÓ cuida de dente, mas não É verdade. "O trabalho do dentista tambÉm envolve as estruturas responsÁveis pelo processo da mastigação e da deglutição", esclarece.
Luposeli explica que a dor de cabeça pode tambÉm estar relacionada ao Bruxismo - ranger dos dentes - que pode levar ao funcionamento anormal dos mÚsculos da mastigação e desencadear dor na região da cabeça, hÁbitos perniciosos como morder canetas e roer unhas. Nestes casos especÍficos, quem vai tratar É o cirurgião dentista", ressalta.
Da mesma maneira que a musculação excessiva numa academia ou o caminhar demais gera dor no mÚsculo da perna, a utilização excessiva ou inadequada dos mÚsculos da mastigação tambÉm poderÁ desencadear não sÓ sintomas de dolorimento, como de formigamento, pontadas, etc.
"Se você trabalhar demais os mÚsculos da mastigação, mascando chiclete o dia inteiro, mordendo caneta, apertando os dentes poderÁ forçar os mÚsculos a trabalhar mais ou de forma incorreta".
Ele lembra que não existe forma especÍfica para a prÓpria pessoa identificar o problema, sÓ o profissional tem condições de avaliar e diagnosticar corretamente. "O tratamento na maioria dos casos É simples, não invasivo, baseando-se principalmente na mudança de comportamentos inadequados e no tratamento local do(s) mÚsculo(s) afetado".
É importante saber que cefalÉia pode não ter origem neurolÓgica. HÁ uma sÉrie de fatores que podem levar a essa causa, inclusive, o mau uso do aparato mastigatÓrio. De acordo com FlÁvio, a placa de uso noturno, É apenas um dos recursos para tratamento. "O maior foco de abordagem tem que ser o comportamento e trazer para o nÍvel consciente os hÁbitos que o paciente estÁ desenvolvendo. A placa É um meio auxiliar no tratamento, servindo para o controle do problema.
Ela pode ser utilizada naqueles casos em que o bruxismo ocorre durante a noite. São duas frentes de tratamento: a orientação da alteração do comportamento e o tratamento do mÚsculo que estÁ alterado, isso É feito atravÉs de exercÍcios, compressas Úmidas (quentes ou frias- dependendo da causa da dor), no mÚsculo. É preciso atingir a causa da dor para controlar o problema, uma vez que as causas do problem,a em si, na maioria das vezes É desconhecida. Cada caso precisa ser avaliado individualmente.
FlÁvio Luposeli
www.luposeli.com.br
Sobre FlÁvio Luposeli: Cirurgião Dentista, especialista em EstÉtica do Sorriso. PÓs graduado em Ortodontia pela SPO e PÓs graduado em Disfunções Têmporomandibulares e Dor Orofacial pela UNIFESP, Escola Paulista de Medicina. Mestrado em Disfunções Têmporomandibulares e Dor Orofacial pela UNIFESP, Escola Paulista de Medicina. Fellowship em Reabilitação Oral com PrÓteses sobre Implante na University of Texas. Membro Diretor do Comitê de Empreendedorismo da Fiesp.

Escolha o melhor plano para o seu sorriso. Contrate já!
Contratar plano
Av. Passos, n° 120 / 11º Andar - Centro - Rio de Janeiro CEP: 20.051-040 - Tel: 2195-0200
Copyright © 2016. Uniodonto Rio de Janeiro. Todos os direitos reservados.
Selo ANS