Células tronco

A Universidade de São Paulo (USP) estÁ construindo um laboratÓrio para o cultivo de cÉlulas-tronco obtidas a partir de dentes de leite.

O projeto É uma iniciativa da Faculdade de Odontologia e da universidade inglesa King's College, que jÁ tem outras cinco parcerias com a universidade paulista para pesquisas.

Segundo a coordenadora do projeto, a professora Andrea Mantesso, que leciona nas duas instituições, foi detectada a existência de cÉlulas-tronco na polpa dos 20 dentes de leite que cada ser humano tem.

CÉlulas-tronco de dentes de leite

Os cientistas acreditam que as cÉlulas-tronco de dentes de leite poderiam ser usadas para o desenvolvimento de novos dentes e atÉ de outros tecidos, como ossos, mÚsculos e nervos.

O processo ainda permite a obtenção de cÉlulas-tronco a um custo menor e sem a necessidade de cirurgia nos doadores.

"A principal vantagem de se trabalhar com cÉlulas-tronco de dentes É o acesso fÁcil aos tecidos", disse Mantesso, em entrevista À Agência Brasil. "No caso dos dentes de leite, pelo fato de eles caÍrem por si sÓ, temos 20 oportunidades de coleta de material."

Embriões e cordões umbilicais

Hoje as cÉlulas-tronco são coletadas em embriões e cordões umbilicais de recÉm-nascidos e depois armazenadas em laboratÓrios, ou então retiradas da medula Óssea de pacientes que pretendem usÁ-las em tratamentos de saÚde.

A professora afirmou tambÉm que pesquisas para uso das cÉlulas na produção de novos dentes ainda estão em estÁgio inicial. JÁ para a produção de novos tecidos, estão mais avançadas. Mesmo assim, É impossÍvel dizer quando a tÉcnica serÁ aplicada em pacientes. "Seria um chute no escuro", disse ela.

O novo centro de pesquisas da Faculdade de Odontologia da USP deve ser inaugurado no ano que vem.

Fonte: Agência Brasil

Escolha o melhor plano para o seu sorriso. Contrate já!
Contratar plano
Av. Passos, n° 120 / 11º Andar - Centro - Rio de Janeiro CEP: 20.051-040 - Tel: 2195-0200
Copyright © 2016. Uniodonto Rio de Janeiro. Todos os direitos reservados.
Selo ANS